Portugués

CONVIDADOS ESPECIAIS

ANTONINO FERRO

Antonino Ferro, MD, foi um dos últimos Presidentes da Sociedade Psicanalítica Italiana (SPI). Também é Analista Didata e Supervisor na SPI, na Associação Psicanalítica Internacional e membro titular da APsaA. Psicanalista de crianças, adolescentes e adultos, é um dos nossos pensadores contemporâneos mais criativos. Além disso, contribui generosamente à literatura psicanalítica sobre teoria e técnica. Escreveu inumeráveis artigos e é autor e editor de muitos livros. Nas suas contribuições mais recentes estão incluídos Teoría Bioniana Contemporánea y Técnica en Psicoanálisis (2017, editor), La Nueva Guía del Analista a la Galaxia (2017, com Luca Nicoli), Tormentos del Alma (2015 ), Reveries: Una Mente Sin Restricciones (2015 ) e El Campo Analítico y sus Transformaciones (2015, coeditado com Giuseppe Civitarese). Muito requisitado como professor, conferencista e coordenador de seminários. É bastante conhecido pelos colegas psicanalistas da Europa, América do Norte, América do Sul e da Austrália. O Dr. Ferro fez parte dos principais comitês editoriais de várias revistas psicanalíticas, incluindo The International Journal of Psychoanalysis e The Psychoanalytic Quarterly. Em 2007, recebeu o Prêmio Mary S. Sigourney pelas valiosas contribuições no campo da psicanálise.

BERNARD GOLSE

- Psicanalista (membro da Associação Psicanalítica da França).
- siquiatra Infantil, chefe do Serviço de Psiquiatria Infantil do Hospital Necker-Enfants Malades (Paris).
- Professor de Psiquiatria da Infância e da adolescência na Universidade René-Descartes (Paris V). Inserm, U669, Paris. Universidad Paris-Sud e Universidad Paris-Descartes, UMR-S0669, Paris. LPCP, EA 4056, Universidad Paris-Descartes. CRPMS, EA 3522, Universidad Paris-Diderot.
- Membro do Conselho Superior de Adoção (CSA).
- Ex-presidente do Conselho Nacional de Acesso às Origens Pessoais (CNAOP).
- Presidente da Associação Pikler Lóczy da França.
- Presidente da Associação de Formação em Psicoterapia Psicanalítica de Crianças e Adolescentes (AFPPEA).

Autor muito produtivo, no entanto, com poucas obras traduzidas ao espanhol, este convite para o Congresso da FEPAL Lima 2018, é uma oportunidade para conhecer o seu pensamento.
Entre os seus mais recentes escritos podem ser mencionados:
Les destins du développement chez l’enfant, Toulouse, Erès, na “La vie de l’enfant” (2010), Dépression du bébé, dépression de l'adolescent, Toulouse, Erès, (2012), La maltraitance infantile, par delà la bienpensée, Yapaka, Bruxelas, em colaboração em “Temps d’arrêt” (2013) e o polêmico livro Mon combat pour les enfants autistes, Paris, Odile (2013).

Além de inumeráveis artigos, alguns traduzidos ao português, e o artigo utilizado para a convocatória à Declaração de Cartagena: ”O que não podemos ceder”, publicado na Revista Controversias en Psicoanálisis con Niños y Adolescentes – APdeBA (2013).

MAX HERNÁNDEZ CAMARERO

Doutor em Medicina pela UNIVERSIDAD NACIONAL MAYOR DE SAN MARCOS
Max Hernández é Doutor em Medicina pela Universidad Nacional Mayor de San Marcos e diplomado em Psicologia Médica pelo Real Colégio Médico de Londres. É membro do Comitê Consultivo do Acordo Nacional, do Colégio Médico do Peru, da Associação Psicanalítica Internacional, membro fundador da Sociedade Peruana de Psicanálise, membro da Sociedade Britânica de Psicanálise, da Academia Nacional de Medicina, membro fundador da Academia Peruana da Saúde e membro da Associação Psiquiátrica Peruana.

É também Fellow da Academia Mundial de Artes e Ciências, Membro Honorário do Colégio de Sociólogos do Peru, Membro Fundador do Seminário Interdisciplinar de Estudos Andinos e Membro Associado do Instituto de Estudos Peruanos.

Realizou seus estudos de pré-grado na faculdade de Letras, na de Ciências e na de Medicina da Universidad Nacional Mayor de San Marcos. Estudou Psiquiatria na Escola de Graduados da Faculdade de Medicina de San Fernando, no Instituto de Psiquiatria da Universidade de Londres e na Escola de Saúde Mental Comunitária no Instituto Tavistock de Relações Humanas de Londres e foi eleito membro do Real Colégio de Psiquiatras do Reino Unido.

Sua formação psicanalítica foi realizada no Instituto da Sociedade Britânica de Psicanálise. Além disso, recebeu uma bolsa de estudos do Conselho Britânico e do Ministério de Desenvolvimento de Ultramar do Reino Unido e também da Direção de Cultura do Ministério de Assuntos Exteriores de Espanha para o Centro Superior de Investigações Científicas de Madri.

Também foi Guest Scholar do Centro Internacional Woodrow Wilson de Washington e Fellow da Sociedade de Humanidades da Universidade de Cornell. Foi distinguido com o Prêmio Simón Bolívar oferecido pela Associação Psiquiátrica Americana, além do Prêmio Internacional de Psicanálise Mary S. Sigourney, Prêmio da Associação Internacional de Advocacia Preventiva, Prêmio Luis Miró Quesada aos Valores Ciudadano, Medalha Mérito Extraordinário do Colégio Médico do Peru, Palmas Magisteriales com o grau de Amauta e, em breve, será distinguido com a Ordem “El Sol del Perú” com o grau de Grande Oficial.

Subir